Um soneto qualquer

| | 21 de nov de 2009
|

Uma noite ao seu lado


Uma noite nada mais, uma noite.
Deito e imagino sua pele suave acariciando meu braço,
Suas mãos passeando por meu rosto,
Seus dedos contornando meus lábios e descansando em meu peito.


Seus olhos fitando-me, parados, calmos... Sinto a paz em sua alma.
Mais uma semana chega ao fim... Sinto angústia em minha alma.
Palavras brotam em minha mente... Lágrimas rolam de meus olhos.
Lembro-me de seu sorriso... Mais lágrimas... Oh céus!


Uma noite sem você é uma eternidade de solidão
Sei que não tenho o direito
Mas sua essência ainda flui em mim...


Não quero esquecer,
não posso esquecer...
TE AMO !

Rodrigo Bittencourt!

0 Insanidades:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails
 

Blog Archive

Seguidores

Tenha seu próprio domínio Grátis!