O papo é: Feelings!

| | 17 de ago de 2010
|

"A música desperta sensações. Ela me liberta de mim mesmo, torna-me autoconsciente, como se eu pudesse ver-me e sentir-me de longe. Por isso a música me fortalece: depois de cada noite musical, vem uma manhã plena de idéias claras e originais".
(Nietzche)


O poder transformador da música

A música sempre esteve na nossa vida, desde os primeiros momentos de vida dentro de nossas mães, nosso prazer em escutar músicas deriva do prazer primário de escutar as pulsações do cordão umbilical. O feto não reage somente aos movimentos do útero, mas também a sons que vêm de fora, principalmente a voz materna que, por instinto, as mães costumam a cantar para seus bebês e, sendo a inteligência musical a primeira forma de inteligência que se manifesta no recém-nascido, sendo que este estímulo musical é captado pelo bebê na segunda ou terceira hora de vida. Xamãs, feiticeiros, bruxos, curandeiros, sacerdotes, médicos, enfermeiros, terapeutas da mente e do corpo em várias partes do mundo têm usado a música, através dos tempos, como ferramenta para estabelecer a saúde física, psíquica, mental e espiritual. O som é uma linguagem universal, acessível a todos e que sua influência vai diretamente à emoção, ao tálamo, sem passar pelos nossos filtros analíticos do pensamento, criando assim uma metodologia, onde a música é deflagradora das emoções, vivências e sentimentos. O som nutre o inconsciente.





Para termos noção do quanto a música é importante para nossas vidas, um otorrinolaringologista(repita) francês Alfred Tomatis, fez um estudo dos probelmas de audição e linguagem e relacionou as funções da audição ao equilíbrio psicofísico do indivíduo. Suas pesquisas estabeleceram os poderes curativos e criativos do som e da música, tendo como seu maior aliado, Mozart, em um trecho de sua pesquisa ele diz: "Ouso considerar Mozart único entre os maiorais. É como se fosse mais que um musicista. É a própria música, a encarnação da harmonia".(Tomatis) Mas por que Mozart? Para Tomatis esta escolha não se fundamentou em seu gosto pessoal, mas nas respostas neurofisiológicas e psicológicas que seus pacientes apresentaram.
"Mozart restabelece em nós o equilíbrio inicial que estruturou nosso corpo vivente. Graças a ele a reativação dos potenciais vibratórios provoca uma nova partida, um relançamento. Mozart vai além dos efeitos próprios da música, pois sua música atinge os estratos mais arcaicos do sou ser e permite reencontrar e reativar o tempo em que os diversos tipos de condicionamento não haviam ainda deixado sua marca na psique." (Tomatis) ou seja, a música pode lhe trazer sensações que estavam guardadas em seu sub-consciente que você não lembrava ter vivido.


Hoje em dia, fala-se muito em música orgânica, que é toda forma de música que contém atributos biológicos: fluidez, harmonia, ritmo, tônus, unidade de sentido. São músicas estruturadas a partir de um núcleo emocional ou de um propósito fortemente expressivo, ou seja, a música que é feita com a alma do músico e nos atinge de tal maneira que ficamos totalmente à merce dela, relaxados e sem conseguir parar de escutá-la. Várias pesquisas afirmam isso, que a música penetra nos componentes biológicos e muda as estruturas neurológicas e não precisa nenhum cientista para nos dizer isso também, pois sempre temos essa disconfiança, a música rege nossa vida!


"Quando nos abandonamos e soltamos a mente, entramos no corpo; quando abandonamos nosso corpo entramos no coração; e quando nos deixamos levar pelo coração, amamos, e quando amamos entramos no reino da alma." 
(Sergio Rivera)



A Música desperta 5 principais sensações:


Vitalidade: músicas rítmicas, alegres, lúdicas, que permitem a auto-regulação, a conexão com a criança interna, a força, o yang e o yin, ação e repouso.






Sexualidade: músicas de cunho erótico, que induzem movimentos ondulantes, sedução e contato.


  Effect Melody - My Girl (Original Mix) by Effect Melody



Criatividade: todo tipo de música que permite a expressão criativa e inspire coreografias.





Afetividade: músicas melódicas, afetivas, que induzem a expressão carinhosa, a sensibilização, o afago, o embalo e a empatia.



Transcedência: músicas que nos conectem ao essesncial, ao arquétipo, ao sublime, ao movimento, à harmonia e à energia cósmica.



  Saudade by Tharik / Mohajar


E aqui são mais algumas músicas que possuem um significado muito especial para mim, começando com o set de lounge de AudioNav sempre que preciso relaxar a mente:




  Coffee Music - Mix Set by DJ Nav (July 2010) by Audionav



  I'll Let It (Aki Bergen Remix) [Papa Records] by Aki Bergen


  Aki Bergen Vs J-valencia & JohanDresser - BlackJazz (Aki Bergen Mix) [Neurotraxx Deluxe] by Aki Bergen


  Dannii Minogue vs Flower Power - I Won't Forget About Me (Neuroxyde Meets Aki Bergen Remix) [Armada] by Aki Bergen


  Terry Grant - I Never Sleep (Aki Bergen Remix) [Neurotraxx Deluxe] by Aki Bergen


  Gabe - Tudo Vem (Demo) by Gabe


  Gabe & Marcello V.O.R. - You & Me by Gabe


  Effect Melody - My Girl (Original Mix) by Effect Melody


  TAPESH - Alright (CR2 UNDERGROUND VOL.04) by djtapesh


  Sander Kleinenberg - Work To Do (LeRon & Yves Eaux Remix) by Yves Eaux


  LeRon, Yves Eaux & Luke Star - Come On! (Original Mix) FM by Yves Eaux


  Flauta Magica by Funkagenda


  Mark Knight 'Devil Walking' by Mark Knight

E vocês, que música mexe com sua alma?!

Este post foi inspirado por Dree Elle e Karina Witchmichen Iurk!

1 Insanidades:

Kakau® disse...

Música é a alegria da nossa alma!!!
Nguém consegue viver se música!! =)

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails
 

Blog Archive

Seguidores

Tenha seu próprio domínio Grátis!